Quem será afetado pelo Regulamento (UE) 2016/425 e qual é o seu principal objetivo?

O novo regulamento irá agora aplicar-se também à utilização privada para proteção contra o calor (por exemplo, luvas de forno) e a distribuidores que vendam produtos de EPI. O mesmo fornece uma classificação detalhada dos EPI por níveis de desempenho e especifica três categorias com base em definições de risco.

Além disso, o regulamento comunica os requisitos de avaliação do cumprimento a médio prazo, bem como requisitos específicos e obrigações de documentação para todos os operadores envolvidos na cadeia de aprovisionamento.

Explore todos os detalhes do Regulamento (UE) 2016/425

  • Categorias de risco de acordo com a certificação CE
  • Cumprimento do regulamento REACH e certificação OEA
  • Normas europeias relativas a luvas e manguitos de proteção
  • Normas europeias relativas a vestuário de proteção contra produtos químicos


 


Odoo - Sample 3 for three columns 

O guia de consulta rápida da norma EN 388

As normas europeias estão a mudar, deixe que a Ansell o oriente. Transfira o nosso guia de consulta rápida da norma EN 388 para obter uma síntese das principais alterações à norma e um resumo das novas marcações nas luvas.


 
 

CONHEÇA AS ALTERAÇÕES A NORMAS EN 388

 


Odoo - Sample 3 for three columns 

Guia de marcações da norma EN ISO 374

A nova norma EN ISO 374 garante consistência nos testes e ajuda os utilizadores e os profissionais de segurança na determinação das respetivas necessidades de proteção contra produtos químicos. Os requisitos revistos são refletidos em pictogramas que aparecem nas luvas e nas embalagens de distribuição de luvas certificadas para exposição a produtos químicos e microrganismos. As marcações das luvas associadas à nova norma são resumidas neste guia.

 


 
 

Nova norma de resistência a produtos químicos EN ISO 374

 


Guia de normas europeias

Transfira o nosso guia de normas europeias, onde pode encontrar uma referência para as importantes normas regulamentares que regem a proteção das mãos.

Importante:
Tenha em atenção que as letras de código correspondentes às duas últimas substâncias químicas (ácido fluorídrico a 40% e formaldeído a 37%) foram alteradas na publicação final da norma EN ISO 374/1:2016. As letras anteriormente atribuídas a estas duas substâncias químicas – Q e R – serão substituídas por S e T. Esta alteração visa evitar qualquer confusão entre as letras Q e O.